Efeitos ColateraisSuplementos

BCAA Efeitos Colaterais

Efeitos Colaterais BCAA

Cada vez mais pessoas estão frequentando academias e centros de ginástica em busca de uma boa forma, saúde um corpo escultural, mas acabam descobrindo que ter um corpo malhado não é uma tarefa assim tão “fácil”, exige além de muita, paciência e alimentação saudável, a prática regular de exercícios físicos.

O Que é? E Para Que Serve?

 

Quinto suplemento mais consumido no mundo, o BCAA é um famoso amigo de quem procura um corpo atlético; este suplemento garante melhorar o desempenho durante atividades físicas, e aumentar o ganho de massa muscular; dentre seus benefícios estão a diminuição da fadiga durante exercícios e a recuperação rápida após o treino.

O BCAA é composto por três aminoácidos de cadeia ramificada, valina, leucina e isoleucina que não são produzidos pelo nosso organismo, mas devem estar presentes em dietas e suplementação. A principal ação dos aminoácidos presentes no BCAA é a síntese de proteínas.

Efeitos Colaterais BCAA

 

Os estudos científicos acerca dos efeitos colaterais causados pelo BCAA são escassos, por isso nos basearemos em relatos de usuários deste suplemento. É importante que o uso de suplementação alimentar ocorra apenas com indicação de um nutricionista.

Dentre os efeitos colaterais do BCAA estão:

  • Problemas estomacais;
  • Náusea;
  • Irritações gastrointestinais;
  • Depressão;
  • Dores de cabeça;
  • Alterações dos níveis de glicose no sangue;
  • Sobrecarga dos rins em pessoas que já apresentam problemas renais;
  • Perca da coordenação motora;
  • Agravamento da Doença de Lou Gehrig (Esclerose Lateral Amiotrófica), podendo causar falência pulmonar;
  • Constipação;
  • Flatulências, riscos para pessoas que sofrem com alcoolismo e para pacientes com leucinose;

Outro problema do BCAA são as diversas interações medicamentosas, ou seja, o suplemento não pode ser ingerido em conjunto com alguns remédios, como medicamentos para o controle de diabetes, uma vez que ajuda a diminuir os níveis de glicose no sangue, e se administrado ao mesmo tempo que estes medicamentos pode diminuir perigosamente as taxas de açúcar no sangue.

Por afetar a coordenação motora, o BCAA não deve interagir com medicamentos para o tratamento de Mal de Parkinson podendo piorar o quadro da doença. Quem faz uso de corticosteroides também deve evitar a ingestão do suplemento, pois pode haver diminuição dos efeitos. Pessoas que passam por tratamentos com Hormônios da tireoide precisam evitar o BCAA, já que ambos podem afetar a eficácia um do outro.

BCAA Efeitos Colaterais
5 (100%) 7 votes
Compartilhe Com Seus Amigos!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Tags

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Close
Close