Efeitos ColateraisEmagrecimento

Óleo de Cártamo Efeitos Colaterais

Efeitos Colaterais Óleo de Cártamo

Emagrecer nem sempre é tarefa fácil, e para algumas pessoas esse processo acaba se tornando uma luta diária. Diante da dificuldade em perder peso, muita gente acaba por procurar alimentos que potencializem suas dietas, e dentre estes está o Óleo de Cártamo, composto muito difundido como potencializador do emagrecimento.

O que é? E para que serve?

O Óleo de Cártamo é um composto vegetal retirado a partir da prensagem das sementes de Carthamus tinctorius, também conhecido como Açafrão-Bastardo. É bastante utilizado como suplemento nutricional, acredita-se que seja responsável por diminuir a gordura corporal e aumentar a produção de massa magra no organismo.

Na dieta do brasileiro, o Óleo de Cártamo pode ser usado como substituto de outros óleos, como o de soja, por exemplo, visando uma dieta mais saudável e menos calórica. Dentre os benefícios deste óleo, podemos destacar a aceleração metabólica e a melhora do aspecto de pele, unhas e cabelo.

Efeitos Colaterais

Apesar de ser considerado um suplemento seguro, quando consumido em excesso, o Óleo de Cártamo pode ser prejudicial à saúde e trazer alguns efeitos colaterais mais severos. Episódios de náuseas, diarreia, vômitos e dores abdominais são comuns, principalmente nos primeiros dias de consumo do produto e costumam diminuir ao longo dos dias, entretanto é recomendado suspender a ingestão do produto caso estes sintomas persistam.

Alguns estudos mostram que o consumo exagerado deste óleo está associado ao aumento de proteínas eliminadas na urina, o que é um sinal de problemas renais, pois os rins passam a eliminar substâncias importantes para o organismo. A pressão arterial também é afetada pelo consumo do Óleo de Cártamo, um de seus efeitos colaterais consiste em diminuir a pressão. É comum também a diminuição do colesterol HDL, o que pode dificultar a remoção do excesso de LDL no sangue.

Aumento das enzimas hepáticas, aceleração da respiração, taquicardia e diminuição do apetite são outros efeitos colaterais do Óleo de Cártamo, assim como possíveis reações alérgicas como vermelhidão na pele, inchaço e urticária. O consumo deste óleo pode propiciar a ocorrência de inflamações, devido à alta concentração de ômega-6 em sua composição.

Contraindicações

O consumo de Óleo de Cártamo não é indicado para gestantes, lactantes, diabéticos, pessoas em tratamento para problemas relacionados à pressão arterial ou que possuam disfunções renais ou hepáticas, bem como pacientes alérgicos a Girassóis, Margaridas ou que possuam baixa tolerância ao ômega-6.

Óleo de Cártamo Efeitos Colaterais
4 (80%) 3 votes
Compartilhe Com Seus Amigos!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Tags

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Close
Close